top of page

Menús Fin de Año

Público·2 miembros
Jeremiah Hill
Jeremiah Hill

Henrique E Juliano - AQUELA PESSOA - DVD O CГ©u Explica Tudo _TOP_


O problema era que Snorre ainda estava em choque. Tenho que admitir que nada disso me afetou. Não se tratava de um grande problema; um criminoso que tinha planos de me matar estava morto. E daí? Não vejo nenhuma razão para ter pena de uma pessoa que planejava me torturar até a morte enquanto gravava tudo para sua própria diversão.




Henrique e Juliano - AQUELA PESSOA - DVD O CГ©u Explica Tudo



O assassinato de Euronymous foi uma bênção para eles. Finalmente eles tiveram uma desculpa para se livrarem de mim (ou foi nisso que eles acreditaram: as pessoas tendem a acreditar que até mesmo um ano na prisão significa "o fim" de tudo). Eu não acho que tudo isso teria acontecido se a mídia não tivesse publicado tantas mentiras sobre mim, porque foram essas mentiras que fizeram Euronymous querer se livrar de mim em primeiro lugar: Eu ganhei tanta atenção que ele ficou com inveja. Portanto o sistema de justiça me condenou a 21 anos porque a mídia me deu tamanha atenção que eu me tornei mais importante e influente do que eu era no início e porque eles foram tão intensamente provocados pelos incêndios das igrejas que perderam a cabeça completamente.


É muito difícil, para mim, escrever sobre biografias, artigos e entrevistas a respeito do Burzum, porque há muita coisa a ser dita. Há basicamente duas categorias: aquelas escritas por pessoas pró-Burzum e aquelas escritas por pessoas anti-Burzum. Nunca vi qualquer biografia, matéria ou entrevista escrita de forma objetiva, embora a maior parte das biografias, dos autores e dos entrevistadores anti-Burzum tendam a se retratar como se fossem muito objetivos, enquanto as biografias pró-Burzum nunca tentam esconder o fato de que são pró-Burzum.


O que mais me surpreende, porém, são todas as entrevistas forjadas que estão por aí. Ao invés de me entrevistar de verdade, algumas pessoas simplesmente fingiram ter me entrevistado e publicaram essas coisas, inventando respostas para suas próprias perguntas. A mais conhecida das entrevistas falsas é provavelmente aquela incluída no livro "Lucifer Rising" mas, infelizmente, não é a única.


Onde pessoas como esse alemão conseguem essas baboseiras? Se não têm nenhuma base na realidade, então devem estar inventando tudo por conta própria. Por quê? Por que inventar histórias quando você pode simplesmente falar comigo para saber a verdade?


Não é fácil encontrar saídas que levem aos caminhos pedregosos fora da estrada pavimentada. A maior parte das pessoas passa rapidamente por eles sem nem perceber que estão lá. Você precisa procurar por eles, muitas vezes nos lugares mais improváveis, e mesmo assim poderá não encontrá-los. Outros têm mais sorte, pois seguiram as informações de outros. Destino é, talvez, tudo o que importa e aqueles que são predestinados a encontrar os caminhos pedregosos conseguirão, um dia, encontrá-los. Quer eles gostem ou não.


Por outro lado, quem é que esses muçulmanos pensam que são? A própria sobrevivência deles depende da boa-vontade do mundo ocidental. Eles deveriam estar contentes pelo fato do mundo ocidental não decidir arrasá-los completamente e, considerando essa possibilidade, provocar os EUA com terror não é uma idéia muito boa. E eles já arrasaram povos antes (os nativos americanos, por exemplo). Já há pessoas argumentando que deveríamos bombardear Meca toda vez que algum desses muçulmanos peida na direção errada. Também vemos pessoas dizendo que deveríamos simplesmente deixar Israel fazer o que quiser "naquelas paradas". Por que deveríamos nos preocupar com o que acontece a eles quando esses muçulmanos ameaçam a vida de nossos filhos? De qualquer forma, os árabes não têm direito àquela área: as culturas mesopotâmicas/ babilônicas, egípcias e assírias não foram construídas pelos árabes. Os árabes chegaram a essas áreas vindos da península saudita no século VII, ou seja, centenas de anos depois que a última dessas culturas antigas que mencionei já tinha deixado de existir. Pelo menos os israelenses possuem direitos históricos sobre aquela área, até eu entendo isso. Chamar os árabes de "palestinos" não muda esse fato. 041b061a72


Acerca de

¡Te damos la bienvenida al grupo! Puedes conectarte con otro...

Miembros

  • Admin
  • Jeremiah Hill
    Jeremiah Hill
bottom of page